Erros no Primeiro Trabalho Remoto

Trabalho Remoto

Mais do que nunca os millennials estão optando pelas vagas de trabalho com horário flexível e possibilidade de home office. O local de trabalho está mudando e muito mais gente agora entra no mercado de trabalho através desse novo formato de trabalho remoto.

É fato que a maioria das pessoas, quando trabalham remotamente, são mais felizes e produtivas. Porém também existem as pessoas que enfrentam dificuldades de concentração e acabam se empenhando menos quando estão longe do escritório. Como você encara o trabalho remoto é fundamental para o seu sucesso nesse ramo, e muitas vezes os mais jovens parecem esquecer disso.

Por isso vamos falar de alguns erros comuns que os millennials cometem quando estão no primeiro emprego remoto (que muitas vezes também é o primeiro emprego da vida!).

Não tem um plano B

Para ser produtivo e ficar sempre em contato com seus colegas de trabalho, você precisa de uma boa conexão de internet. Mas o que acontece quando seu serviço cai e não funciona? Você precisa ter em mente como resolver esse problema. Conhecer um ou dois cafés por perto, que possam quebrar o galho, ou ter o contato de um espaço de coworking que trabalhe com diárias. Resolver esse pequeno problema de uma maneira adulta é muito mais produtivo do que ficar enviando centenas de mensagens justificando sua ausência, que parecem muito mais com desculpas esfarrapadas para não trabalhar.

Investir na tecnologia errada

Dependendo do trabalho que você for desempenhar, seu computador de casa ou tablet podem não suprir as necessidades. Você precisa de um computador adequado para o trabalho, que suportem os programas indicados pela empresa. Investir em um fone de ouvido e um bom microfone também é essencial para que sua participação nas conferências não seja um fiasco. É preciso fazer essa escolha de forma assertiva e consciente.

Não ter uma agenda

O sonho do home office pode vir junto com a sensação errada de falta de compromissos. Como um trabalhador remoto, você certamente terá flexibilidade para iniciar e finalizar seus turnos de trabalho, mas isso não quer dizer falta de horários ou agenda. Um cronograma consistente irá mantê-lo produtivo, enquanto uma programação caótica deixa você mais propenso a distrações, desculpas e perda de produtividade. Abusar da flexibilidade pode ser crucial para sua falta de rendimento e pode custar seu emprego.

Dificultar a comunicação

Um dos maiores problemas em qualquer situação de trabalho remoto é a comunicação. Há dezenas de ferramentas para facilitar a comunicação entre partes remotas (incluindo textos, e-mails e hangouts de vídeo), mas eles só funcionam se você usá-las de forma correta.

Não ficar online, demorar para responder ou não reportar atrasos em reuniões pode prejudicar o andamento de toda a equipe. Não seja a pessoa responsável pela desorganização do seu time.

Não ter um espaço de trabalho

Claro que é muito tentador trabalhar no sofá, sem tirar o pijama. Mas os benefícios de ter uma rotina e um espaço de trabalho definido são inúmeros, especialmente na produtividade de um colaborador. Então, se você está no seu primeiro trabalho remoto, trate de organizar um espaço dedicado para o trabalho antes que seja tarde demais.

Se desejar manter ou melhorar sua produtividade enquanto trabalha em casa e manter seu trabalho remoto por muito tempo, temos algumas dicas que podem ajudar:

  • Conheça os padrões de sua organização e faça como seus colegas fazem: cumpra!
  • Levante cedo todos os dias, troque de roupa e comece a trabalhar no seu “escritório”. Levar o trabalho a sério vai fazer você ser mais produtivo.
  • Comunicação é fundamental nesse formato. Durante o horário de trabalho, esteja sempre pronto e disponível para conversar com seus colegas e superiores.

Fonte: http://adorohomeoffice.com.br

* Esse post faz parte da parceira entre a HOM e o Adoro Home Office

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *